Equinix anuncia resultados do 2° trimestre de 2016



Com receita total de US$ 900,5 milhões, a empresa regista crescimento pelo 54º trimestre consecutivo

A Equinix, companhia global de data centers e interconexão, anuncia os resultados do 2° trimestre deste ano – com fechamento em 30 de junho. O período inclui os resultados trimestrais completos da Bit-isle e da Telecity, que foram adquiridas em novembro de 2015 e janeiro de 2016, respectivamente. Além disso, a fim de obter a aprovação da Comissão Europeia para a aquisição da Telecity, as empresas concordaram com a alienação de certos data centers, que foi concluída em 5 de julho de 2016. Os resultados financeiros trimestrais incluem resultados de LD2, data center alienado em Londres, em operações contínuas; os data centers da Telecity que foram alienados são relatados como operações descontinuadas.

A receita de operações contínuas foi de US$ 900,5 milhões no segundo trimestre, um aumento de 7% em comparação ao período anterior e um aumento de 35% em relação ao mesmo trimestre do ano passado. Os resultados incluem US$ 144,5 milhões de receita com as aquisições da Bit-isle e da Telecity. As receitas recorrentes, provenientes principalmente de colocation, interconexão e serviços gerenciados, totalizaram US$ 851,8 milhões, um aumento de 7% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 36% quando comparado ao mesmo período de 2015. As receitas não recorrentes somaram US$ 48,7 milhões no trimestre. O churn de receita mensal para o segundo trimestre foi de 1,8%, em comparação aos 2,2% do período anterior.

"O segundo trimestre representou mais um bom desempenho da Equinix, uma vez que obtivemos tanto uma receita quanto um EBITDA ajustado acima das nossas metas e a empresa registrou seu 54º trimestre de crescimento consecutivo," afirma Steve Smith, CEO da Equinix.  "Durante o período, fizemos progressos significativos em direção ao nosso objetivo de obter a propriedade de nossos imóveis, com a aquisição de dois data centers em Paris, e iniciamos a construção do DC12, nosso primeiro data center construído no Ashburn North Campus. O campus de Ashburn é o maior ponto de troca de tráfego na América do Norte, e esta expansão efetivamente dobrará nossa capacidade própria neste mercado importante nos próximos anos."

Os custos de receitas somaram US$ 457,0 milhões no segundo trimestre, um aumento de 7% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 45% em relação ao mesmo período do ano passado. Os custos de receitas, excluindo a depreciação, amortizações, acréscimos e remunerações com base nas ações, totalizaram US$ 292,0 milhões, um aumento de 8% sobre o trimestre anterior e um aumento de 43% sobre o mesmo período de 2015. As margens brutas foram de 49%, inalteradas desde o trimestre anterior, em comparação a 53% para o mesmo período de 2015. A margem bruta de caixa foi de 68%, índice igual ao registrado no trimestre anterior, e abaixo dos 69% registrados no mesmo período do ano passado. 

Despesas gerais, de vendas, e administrativas foram de US$ 276,3 milhões no segundo trimestre, um aumento de 1% sobre o período anterior e um aumento de 38% sobre o mesmo trimestre de 2015. As despesas de vendas, gerais e administrativas, excluindo a depreciação, amortização, acréscimos e remuneração de ações, foram de US$ 188,2 milhões, uma redução de 2% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 26% sobre o mesmo período em 2015. 

A despesa com juros somou US$ 100,3 milhões no segundo trimestre, uma redução de 1% em relação ao período anterior e um aumento de 35% em relação ao mesmo trimestre no ano passado. Já a despesa com imposto de renda de operações contínuas foi de US$ 13,8 milhões, em comparação ao benefício de US$ 10,6 milhões no trimestre anterior e à despesa de US$ 7,5 milhões para o mesmo período em 2015.

A receita de operações contínuas somou US$ 151,7 milhões no segundo trimestre, um aumento de 35% em relação ao trimestre anterior e um aumento de 9% em relação ao mesmo trimestre do ano passado.  O EBITDA ajustado foi de US$ 420,3 milhões, um aumento de 10% sobre o trimestre anterior e um aumento de 35% sobre o mesmo período de 2015. O EBITDA ajustado inclui US$ 64,0 milhões referentes às aquisições da Bit-isle e da Telecity.

O resultado líquido de operações contínuas foi de US$ 39,3 milhões no segundo trimestre. Isto representa um lucro líquido básico e diluído por ação de operações contínuas de US$ 0,56 - atribuídos à Equinix com base na média ponderada básica e diluída das ações de 69,7 milhões e 70,4 milhões, respectivamente. O resultado líquido de operações descontinuadas somou US$ 5,4 milhões no segundo trimestre. O resultado líquido básico e diluído por ação de operações descontinuadas foi de US$ 0,08 por ação.

As receitas provenientes das operações (AFFO) somaram US$ 290,5 milhões no segundo trimestre, um aumento de 38% em relação ao trimestre anterior e 31% sobre o mesmo período do ano passado. O AFFO para o segundo trimestre incluiu US$ 10,4 milhões de custos de integração.

A Equinix gerou um caixa de atividades operacionais de US$ 278,8 milhões no segundo trimestre, em comparação a US$ 104,3 milhões no período anterior. Foi utilizado um caixa de US$ 252,9 milhões em atividades de investimento no segundo trimestre, em comparação a US$ 1,3 bilhão no trimestre anterior, atribuído principalmente à aquisição da Telecity. Foram usados US$ 169,9 milhões em atividades de financiamento no segundo trimestre, em comparação a US$ 376,4 milhões no período anterior.

No dia 30 de junho de 2016, o caixa e equivalentes de caixa e investimentos eram de US$ 494,2 milhões em comparação a US$ 2.246,3 milhões em 31 de dezembro de 2015. 

Perspectivas de Negócios

A meta da empresa inclui resultados previstos para a Telecity a partir de 15 de janeiro de 2016, para a Bit-isle durante todo o ano de 2016 e resultados operacionais incrementais relativos à compra dos data centers em Paris em 1º de agosto de 2016 por aproximadamente US$ 211,7 milhões.  Conforme já anunciado, a empresa alienou oito ativos, sete da Telecity e o data center LD2, para obter autorização regulamentar para a transação. A empresa concluiu essas alienações em 5 de julho de 2016 por aproximadamente US$ 827,2 milhões, o que exclui o benefício atribuído ao acordo de hedge favorável. A meta da empresa não inclui os sete ativos da Telecity, que foram tratados como operações descontinuadas, mas assume 6 meses, ou US$ 6,0 milhões em receita, do LD2.

Para o terceiro trimestre de 2016, a empresa espera que as receitas variem entre US$ 915,0 e US$ 921,0 milhões.  Essa meta inclui um impacto negativo de moeda estrangeira de US$ 3 milhões em comparação às taxas médias de moedas estrangeiras no segundo trimestre de 2016. Estima-se que as margens brutas sejam de aproximadamente 68%; as despesas gerais, de vendas e administrativas fiquem entre US$ 199,0 milhões e US$ 205,0 milhões e o EBITDA ajustado varie entre US$ 419,0 milhões e US$ 425 milhões, o que inclui um impacto negativo de moeda estrangeira de US$ 1,6 milhão, em comparação às taxas médias de moeda estrangeira no segundo trimestre de 2016, e aproximadamente US$ 17,0 milhões em custos de integração das duas aquisições. São esperadas despesas de capital entre US$ 270,0 milhões e US$ 290,0 milhões, o que inclui aproximadamente US$ 40,0 milhões de despesas de capital recorrentes e US$ 230,0 milhões a US$ 250,0 milhões de despesas de capital não recorrentes.

Para todo o ano de 2016, espera-se uma receita total entre US$ 3.598,0 milhões e US$ 3.608,0 milhões, uma taxa de crescimento orgânica com câmbio constante de 13,8% no decorrer do ano.  A meta inclui um impacto positivo de moeda estrangeira de US$ 1,5 milhões de receita em relação às taxas de meta anteriores, e inclui uma receita estimada de US$ 550,0 milhões a US$ 560,0 milhões referente às aquisições da Telecity e da Bit-isle.

Postagens mais visitadas deste blog

Temos era para tudo, a interconexão é a bola da vez

Equinix anuncia resultados do 3° trimestre de 2016

Equinix apoia renovação de TI da Suzano